Escândalo! Câmara de coivaras quer deixar ex-prefeita Edime Freitas elegível. Após ter suas contas reprovadas em 2018.

Vereadores do município de Coivaras, estão agindo de forma indevida com a finalidade de beneficiar  ex-prefeita ficha suja.

Acontece que o vereador do município de Coivaras Aurélio Gomes da Silva – PT, sobrinho da ex-prefeita Edime Freitas, protocolou junto à CamaraMunicipal de Coivaras requerimento no sentido da Camara Municipal anular decisões já tomadas pela Camara.

Com o intuito de ajudar a tia, ex-prefeita Edimê Freitas, ficha suja pois teve as contas de Governo e Gestão  ref aos exercícios de 2013 e 2014, rejeitadas pelo TCE –PI, decisões estas que foram referendadas pela CamaraMunicipal em março de 2018, no qual manteve os pareceres do TCE, deixando a Ex-prefeita inelegível devido as irregularidades cometidas pela sra Edimê Freitas quando prefeita.

O que causa estranhesa foram os fatos argumentados pelo vereador terem sido levantados após 03 (TRES ) anos do julgamento feito por esta casa legislativa, sendo que o vereador Aurélio possuía assento na Câmara quando foi efetuado o julgamento, e a pergunta é: porque não recorreu no período se opondo a decisão e foi fazer apenas agora despois de tanto tempo?.

Outro ponto que merece ser destacado trata-se do presidente da casa, o vereador Antônio Fabio de Sousa Oliveira(Graxeta) – PL, que além de ter recebido o requerimento o colocou em votação, sendo aprovada por sete dos nove vereadores, ato totalmente descabido pois trata- se de uma matéria já apreciada e votada por aquela casa, não cabendo mais novo julgamento pois o mesmo ocorreu a muito tempos e não foi à época levantado qualquer tipo de irregularidade, nem tão pouco manifestação contraria ao julgamento efetuado pela Câmara Municipal de Coivaras, podendo o Presidente da Câmara, Graxeta-PL,responder por ato de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, conforme levantou o vereador Yuri-PSD em seu pronunciamento.

Na foto atual presidente Câmara Coivaras.


Alguns vereadores de Coivaras estão infringindo totalmente a legislação, não se preocupando se é legal ou não, pois o intuito é u
m só, tornar a ex-prefeita Edimê Freitas elegível, visto que a mesma é ficha suja, por diversas irregularidades apontas pelo TCE PI, e homologadas pelo legislativo municipal conforme pode se verificar nasresoluções legislativas 02/2018 e 03/2018.

Se essa moda pega os legislativos requentarem matérias já aprovadas apenas para beneficiar maus gestores, seria estes atos de incompetência de alguns legisladores ou simplesmente alienação para beneficiar um ficha suja?

 

%d blogueiros gostam disto: