Piauí ultrapassa 3.5 milhões de vacinas aplicadas contra a Covid-19; veja os dados

Dados do Sistema de Informações do Plano Nacional de Imunização demonstram (SIS-PNI), que até esta segunda-feira (11/10), foram aplicadas no Piauí 3.512.011 doses de imunizantes, sendo que destas mais de 2.210,654 são de primeira dose.

O Vacinômetro do Estado vem passando por atualizações e deve apresentar a marca nos próximos dias, à medida que os dados forem sendo inseridos pelos municípios. Com relação à imunização completa, já são 1.296.258  piauienses que completaram seu esquema vacinal.

Nas últimas semanas também estão sendo ampliados os grupos de aplicação de dose reforço (DR), que contempla além de idosos acima de 60 anos, os imunossuprimidos e profissionais de saúde. No estado já foram aplicadas 4.214 vacinas em esquema de terceira dose. A aplicação de doses nos adolescentes, da mesma forma, também vem ampliando. Neste grupo, a vacinação no grupo de 12 a 17 anos já passa de 49.509 mil, em 161 municípios.

“Estamos vivendo um momento importante no combate à pandemia, com resultados significativos e animadores. A aplicação das doses de reforço e adicionais, além da imunização dos adolescentes nos demonstram isso. Estamos colhendo o resultado de um trabalho compartilhado entre o Estado, os municípios e o Governo Federal”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

No levantamento dos SIS-PNI, o Piauí já aplicou a primeira dose em 95,03% da população vacinável e 54,51% da população já está completamente imunizada. Ao todo, o Ministério da Saúde entregou 4.360.755 milhões de doses ao Estado. A população vem sendo contemplada com vacinas da CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson, que utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus.

 O Estado segue com uma logística de distribuição ágil, possibilitando que os lotes encaminhados pelo Ministério da Saúde, cheguem aos municípios com a maior brevidade. “Cada aumento da cobertura vacinal é motivo de comemoração. Quem ainda não se vacinou, deve procurar uma unidade de saúde e se vacinar. O avanço da imunização contra a doença reflete diretamente nos índices de infecção e internamento, que estão cada vez mais baixos”, enfatizou Florentino.

Os dados do SIS-PNI podem ser conferidos através do link.
https://qsprod.saude.gov.br/extensions/DEMAS_C19Vacina/DEMAS_C19Vacina.html

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: