Piauí tem a sétima maior população quilombola do Brasil


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nessa quinta-feira (27), dados sobre a população quilombola residente no Piauí. O levantamento apontou que 31.686 pessoas quilombolas vivem no estado. Elas estão em 75 municípios piauienses, o que representa cerca de 0,97% da população do Piauí.

Segundo o instituto, esse número é um indicador superior à média do país. Em termos de quantidade, o Piauí tem a sétima maior população quilombola do Brasil.

As informações foram apresentadas em evento realizado no auditório do Edifício Manhattan River Center, em Teresina. A secretária de Estado das Relações Sociais, Núbia Lopes, participou da solenidade.

A gestora destacou a importância desses dados. “Esse é um histórico importante para o povo negro do estado do Piauí. A partir de hoje, está reconhecido pelo Estado brasileiro quem são e onde estão localizadas essas comunidades. É um marco importante, pois a partir de agora será possível melhorar a implantação das políticas públicas,  principalmente as voltadas para o aceso à terra e saúde. Estamos felizes por participar desse grande e importante momento”, destacou Núbia Lopes.

A população quilombola do país é de 1.327.802 pessoas, ou 0,65% do total de habitantes. Os dados são do Censo 2022, que investigou pela primeira vez esse grupo, integrante dos povos e comunidades tradicionais reconhecidos pela Constituição de 1988. Foram identificados 473.970 domicílios onde residia pelo menos uma pessoa quilombola, espalhados por 1.696 municípios brasileiros. O Nordeste concentra 68,19% (ou 905.415 pessoas) do total de quilombolas do país.

Fonte: IBGE