Elesbão Veloso: vereador Valmir Clarindo é condenado a 3 anos de cadeia

A sentença foi dada pelo juiz Francisco Hélio Camelo Ferreira, da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí.

Acusado de oferecer dinheiro a testemunhas no curso de uma ação de investigação judicial eleitoral que tramitou na 48ª Zona Eleitoral, Valmir Clarindo Salgueiro da Silva, vereador de Elesbão Veloso, foi condenado pela Justiça Federal a 03 anos de cadeia pelo juiz Francisco Hélio Camelo Ferreira, da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí. A sentença foi dada em 05 de setembro de 2016. A pena privativa de liberdade foi substituída por duas restritivas de direito.

De acordo com a sentença, a prova na ação consiste na declaração de testemunhas ouvidas na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo- AIME proposta por Valmir Salgueiro contra Márcio Tácio Lopes de Farias durante a investigação judicial e em juízo. José Alves de Carvalho confirmou que o Valmir Salgueiro lhe ofereceu a quantia de R$ 70,00 (setenta reais) para que atuasse como testemunha processo eleitoral acusando  falsamente Márcio Tácio de ter oferecido dinheiro em troca de seu voto. Jose Alves da Cruz confirmou as declarações prestadas no inquérito policial, aduzindo que o acusado lhe ofereceu R$ 3.000,00 (três mil reais), divididos em 10 parcelas e mais 50 cestas básicas para que prestasse depoimento na ação eleitoral.

“Diante da narrativa coesa das testemunhas concluo que resta comprovado que o acusado ofereceu vantagem as testemunhas no processo eleitoral”, afirma a o juiz na sentença. 

Cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

%d blogueiros gostam disto: