Taxistas espancam assaltante na zona leste de Teresina

A tentativa de assalto a um taxista na noite desta quarta-feira, 25, terminou em violência. O assaltante foi perseguido por outros taxistas que souberam da ação, se reuniram e o linchado. A tentativa de assalto aconteceu no bairro São João, zona Leste de Teresina.

Os suspeitos são foragidos da Colônia Agrícola Penal Major Cesar Oliveira. Após a ação dos taxistas contra os assaltantes, eles foram escoltados pela polícia até o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), na zona Sul. Os suspeitos foram identificados como: João Gomes de Brito e Jadson Pessoa Oliveira.

O taxista vítima da ação usa o equipamento “botão do pânico”, ferramenta usada para alarmar sobre assaltos e outros atos de violência contra os profissionais. Ele acionou o botão e conseguiu contato com os outros colegas de trabalho. A polícia também foi acionada e chegou logo depois.

O presidente da Associação dos Taxistas, Pedro Ferreira, disse à TV Cidade Verde, que a dupla pediu o taxi através da central de atendimento, logo depois de iniciar a viagem anunciou o assalto. Eles chegaram a levar objetos pessoais, dinheiro e a chave do carro.

“Eles também tentaram espancar o taxista. Não é da nossa índole fazer justiça com as próprias mãos, mas a revolta é muito grande da categoria”, disse Ferreira, explicando que os taxistas chegaram primeiro que a polícia porque havia um ponto de táxi próximo ao local do ocorrido.

A Polícia Militar informou que o policiamento foi solicitado pelo telefone oficial da PM, e não botão do pânico.

Morte

O taxista Francisco Hélio da Costa, 38 anos, foi assassinado na segunda-feira, 23, no bairro Bela Vista, zona Sul de Teresina, após ter sido vítima de assalto. Dois adolescentes confessaram crime e contaram como se deu a ação.

%d blogueiros gostam disto: