Operação desarticula grupo que fraudou o concurso do TJ

Ao menos 37 mandados de prisão e 46 de condução coercitiva devem ser cumpridos na manhã desta quinta-feira (10/03) durante os trabalhos da Operação Veritas, deflagrada pela Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado.

Segundo nota da secretaria de Segurança, a ação tem como objetivo desarticular o grupo criminoso que tentou fraudar o concurso para cargos do Tribunal de Justiça do Piauí. O mesmo grupo, segundo nota, teria também atuado durante o concurso da prefeitura de Capitão de Campos, realizado em dezembro do ano passado, além de outros concursos.

Até as 8h20, segundo o delegado geral de Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, mais de 20 pessoas já tinham sido presas. Elas estão sendo conduzidas para a Delegacia Geral, onde serão ouvidas. Ele confirmou ainda o envolvimento de servidores públicos no esquema. “Servidores da polícia civil, agentes penitenciários e servidores do Ministério Público estão envolvidos”, disse Riedel.

Os mandados que estão sendo cumpridos nesta manhã foram expedidos pelos juízes Dr. Luiz de Moura Correa, da Central de Inquéritos de Teresina, e Dr. Silvio Valoais da Cruz Júnior, das Comarcas de Piripiri e Capitão de Campos.

Em campo, no cumprimento dos mandados, atuam cerca de 200 policiais civis, na capital e no interior. Foram expedidos ainda 34 mandados de busca e apreensão. Também será realizada a apreensão de 01 adolescente.

A investigação está sendo realizada com base em três inquérito policiais.

Para 11h30 desta quinta-feira (10) está marcada coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública para mais detalhes sobre a operação.

Fotos: Divulgação/SSP-PI

20160310030952.jpg

20160310030958.jpg

20160310031004.jpg

20160310031008.jpg

20160310031012.jpg

20160310031037.jpg

20160310031042.jpg

20160310031048.jpg

20160310031054.jpg

20160310031059.jpg

20160310031104.jpg

%d blogueiros gostam disto: