ANAC interditou avião comandado por piloto filho de coronel da PM do Piauí

Se tem uma autarquia rápida no gatilho, eficiente, tal qual a STRANS para multar, é a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) em suas atribuições.

O avião Sênica II PT WBX, que voava fazendo peripécias, já foi “interditado”.

Tudo por conta da brincadeira do “comandante irresponsável” Jaime das Chagas Oliveira Júnior – como disse o passageiro ao seu lado durante o voo “rasante” no Corso de Teresina.

O comandante Sulo, como também é conhecido o jovem piloto, é filho do coronel da PM Jaime Oliveira, atual diretor de operações e fiscalização da Superintendência de Transporte e Trânsito de Teresina – STRANS e vice-presidente da Federação de Futebol do Piauí – FFP.

%d blogueiros gostam disto: