Onde estão os R$ 80 bilhões repassados ao Piauí na era Lula?!

Cerca de R$ 80 bilhões. Estes foram os valores anunciados pelo governo do Piauí através de manchetes de jornal durante os anos do governo Lula (2003-2010). Os supostos repasses foram anunciados pelos jornais Meio Norte, O Dia e Diário do Povo.

Porto de Luís Correia consumiu recursos de aproximadamente R$ 25 milhões durante a era Lula; ex-secretários condenados e com bens indisponíveis

Também foram repercutidos por emissoras de rádio e televisão. De acordo com os anúncios governamentais, de repente era como se tivéssemos adentrado o paraíso na Terra. Só que a realidade é bem diferente. Uma coisa é o mundo de fantasia em que vivem os elementos do PT e seus sectários. Outra coisa é o mundo real.

O fanatismo, em tempo algum, pode ocultar a realidade, por mais que se queira fazê-lo. Os jornais da época falavam sobre recursos para grandes obras, como a Transcerrados, que receberia nada menos que R$ 200 milhões. A retomada das obras do porto de Luiz Correia, orçadas em R$ 400 milhões.

DUPLICAÇÕES ATÉ PIRIPIRI, PICOS E FLORIANO

Também seriam realizadas obras de duplicação da rodovia federal BR 343 entre Teresina e Piripiri, 176 km da capital; do lado sul, a rodovia BR 316 seria duplicada até Picos, 309 km da capital. Num outro momento seriam feitos ramais duplicados para Floriano e Oeiras. Tudo isso ao custo estimado de R$ 2,5 bilhões, a serem liberados em quatro anos.

No caso do porto de Luiz Correia, foram liberados cerca de R$ 25 milhões. Deste montante, o Ministério Público Federal denunciou desvios de pelo menos R$ 16 milhões. Ex-secretários da gestão estadual foram condenados e tiveram bens indisponibilizados, dentre os quais os ex-secretários Alexandre Nogueira e Luciano Paes Landim.

GOVERNO SEM RECURSOS PARA COMBATE AO CORONAVÍRUS

Mas o que realmente causa espécie neste momento é que o governo não tenha recursos nem mesmo para ações básicas na área de saúde, onde se vê a total incapacidade diante o avanço do coronavírus. Já totalizam 117 os casos suspeitos, dados atualizados nesta segunda-feira, com seis confirmações e, felizmente, nenhuma morte.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, apareceu na televisão dizendo que o recolhimento das pessoas está ajudando, e muito, no combate à expansão do problema. Espera-se que continue, ele diz. E espera mesmo, porque se depender da estrutura do governo do estado, sinceramente, a coisa desanda completamente.

PEDIR AJUDA À CHINA

O governador Wellington Dias (PT), juntamente com outros governadores do Nordeste, anunciaram que irão pedir ajuda à China. Resta saber se será antes ou depois da ajuda a ser disponibilizada pelo governo federal. Porque neste momento eles estão presidente ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por meio de ministério competente que libere nada menos que R$ 1 bilhão para ajudar no combate à doença.

Na verdade, mesmo depois de permanecerem 16 anos no poder, através de Lula, Dilma e Michel Temer, os petistas piauienses não conseguiram dotar o Piauí das condições mínimas para uma ação de natureza emergencial. Precisa, e sempre vai precisar, da ajuda do governo federal.

ONDE ESTÃO VALORES DE REPASSES E EMPRÉSTIMOS?

E os bilhões supostamente enviados durante a era Lula e Dilma? E os valores decorrentes de empréstimos — cerca de R$ 5,5 bilhões (estes, sim, efetivamente contraídos junto ao sistema bancário e que elevaram a dívida do Piauí, entre 2003 e 2020, para nada menos que R$ 7,5 bilhões)? O governo bem que poderia responder, cumprindo o princípio da transparência — está no artigo 37 da Constituição Federal. Mas o que governos totalitários menos têm é compromisso com a verdade. Com este, não seria diferente.

Repórter — Toni Rodrigues

%d blogueiros gostam disto: